26 agosto 2016

Adeus TCC + Dicas


Bom, pessoal gostaria muito de dizer que o TCC foi um trabalho fácil de ser realizado. Mas, a verdade é que não foi. No meu caso, o que de fato me prejudicou foi que por eu ter escolhido um tema com tão poucas informações. 
O título do meu trabalho de conclusão de curso foi: O blog como ferramenta de ensino na produção de textos. Eu sei parece até difícil de acreditar, mas não existem tantos livros assim voltados para esse assunto. 
Os que eu tive acesso, me ajudaram muito. Mas, o livro que eu mais precisava eu não consegui encontrar em lugar nenhum da minha cidade e estava indisponível nas livrarias até para encomendar. 
Mas, não me arrependo de ter me "debruçado" sobre esse tema, até porque eu consegui desenvolver um trabalho satisfatório , mas não tão completo quanto deveria ter sido.
Além de tudo isso, gostaria de ter tido mais tempo ou de ter começado a me dedicar mais cedo, acho que isso teria feito toda a diferença. 
Logo abaixo eu vou deixar umas diquinhas que me ajudaram muito e que eu espero que ajudem vocês também.

♥ Comece o mais cedo possível! 
Se possível três períodos antes. Você vai dispor de muito tempo, além de ficar mais folgado nos últimos períodos, que geralmente são os mais exigentes.
♥ Sempre que estiver com dúvidas, retire com a sua orientadora.
Me ajudou demais e super aconselho que façam isso!
♥ Invista em livros.
Se você conseguir pegar os livros emprestados na biblioteca da sua faculdade, ótimo! Mas, se não, guarde uma graninha para comprá-los. E o legal é que você vai poder enchê-los de post-it, passar marca texto e o que você mais você desejar para te auxiliar a se encontrar e no seu entendimento.
♥ Aproveite os momentos de inspiração.
Eu tive vários momentos em que eu não conseguia parar de escrever e de ter ideias para o TCC e foi o que me fez concluí-lo. Se você tiver uma ideia, faça um favor a si mesmo, anote-a!
♥ Leia e releia o TCC quantas vezes forem necessárias.
Sempre vai ter erros ou coisas que você vai desejar melhorar.
♥ Faça um rascunho do TCC para ter sempre em mãos. 
Isso serviu muito para mim porque me deu uma sensação de "meio caminho andado". O trabalho não estava completo, mas estava ali nas minhas mãos.
♥ Escolha um tema que você goste.
Quanto mais você gostar do que vai falar, mais fácil as palavras vão surgir.
♥ Mostre para o seu orientador todas as etapas do TCC.
Não deixe para apresentar o seu trabalho nos 46 minutos do segundo tempo. Acredite, vão ter milhares de pessoas super preocupadas na sua frente e seu orientador pode não conseguir dar a atenção que você está precisando.

No mais, boa sorte <3.

23 agosto 2016

A Intuitiva (Resenha)


Título: A Intuitiva
Autora: Hannah Howell
Editora: Lua de Papel 
Páginas: 224
Estrelas: 

Sinopse: Estamos na Inglaterra, no século XVIII. Assim como a maioria de seus familiares, a bela e jovem Alethea Vaughn Channing possui dons especiais. Desde pequena ela tem visões recorrentes de um homem desconhecido. Passados 15 anos desde a primeira visão, ela prevê um risco iminente de morte. Ela precisa encontrá-lo, contar sobre sua visão e convencê-lo de que corre perigo... Mas quem acreditaria numa estranha com uma conversa dessas? Ainda sob um ceticismo inicial, ele percebe sinceridade na desconhecida e, agindo emocionalmente, decide acreditar na estranha para tentar novamente descobrir o paradeiro de seus dois sobrinhos, que desapareceram após a trágica morte de sua irmã e do esposo. Durante essa busca, começa então a florescer uma forte admiração entre os dois, até surgir a perigosa Claudete, uma antiga amante de Hartley, e que Alethea descobrirá estar entre as pessoas mais ameaçadoras da alta sociedade de Londres. Então, a sua vida também passa a correr perigo e ela precisará mais do que nunca de seus poderes para garantir a sua segurança.

Minha opinião: Gostaria de deixar logo claro no começo dessa postagem que A Intuitiva foi um livro que eu não gostei muito. Mas, eu decidi daria a minha opinião sobre todas as leituras que foram realizadas nas férias de julho desse ano, afinal, não é sempre que eu estou em uma fase "leitora compulsiva", rs. 

O ponto negativo do livro foi o tamanho das letras, que me fizeram forçar mais os meus olhos e eu acho que ninguém aprecia isso.
O ponto negativo foi que o romance tinha até que uma história legal, mas que acabou sendo fraca e consequentemente pouco atrativa.
O ponto negativo é que o livro tem várias partes eróticas e eu evito ler livros com cenas hots/quentes. Comprei A Intuitiva em uma promoção das Lojas Americanas por 9,90. Então, não deu para analisar o livro e acabei levando-o no impulso pelo ótimo preço.
o ponto negativo é que o livro tem muitos nomes, as vezes eu me senti meio perdida, até porque alguns deles não eram tão familiares para mim.
O ponto negativo é o que livro tinha uma temática espírita, ou seja, não compartilho da mesma crença, então não foi muito interessante, ao menos para a minha pessoa.
O ponto negativo é que a leitura é cansativa, apesar da autora escrever bem. Mas, houve muitos momentos em que eu não via a hora de acabar este livro.

Eu consegui terminar A Intuitiva porque os momentos de suspense ajudaram a leitura a fluir, o livro em si não é totalmente ruim, mas eu não recomendo. 

19 agosto 2016

Resurrection (Resenha)

Resurrection é uma série que eu comecei a assistir em 2014 e até tem um post aqui no ER, onde eu falei do que se tratava o seriado e disse quais foram as minhas primeiras impressões sobre ele. Mas, eu não falei a fundo o que de fato eu achei, porque até o momento onde liberei a postagem, eu não havia assistido todos os episódios da primeira temporada. 
Nas férias eu decidi assistir tudo novamente, para poder fazer uma resenha para vocês, dessa série que eu gostei bastante. 
PS: Em breve eu pretendo assistir a segunda temporada e eu vou atualizar nesse mesmo post o que eu achei da continuação de Resurrection, e quando eu o fizer, eu irei deixar um recadinho em alguma postagem avisando. 
Bom, para começar devemos ter em mente como eu disse no post anterior que essa série é uma ficção científica, sendo desta forma, não podemos encará-la de outro jeito. 
Em Resurrection os habitantes de Arcadia, tem suas vidas mudadas quando algumas pessoas que já haviam morrido começam a ressuscitar. 
Eu acho interessante quando uma série trás a tona esse tema, porque é simplesmente na minha opinião, LINDO o reencontro das pessoas com os seus entes queridos já falecidos e é muito interessante e intenso, o impacto causado em suas vidas.
Duas coisas que eu gostei MUITO nessa série foram os personagens, que são extremamente cativantes e o mistério que rodeia esse estranho acontecimento, que nos prende do primeiro até o último episódio. E só por este dois fatores eu super indico Resurrection.
Ah! E se vocês assistiram House, vocês vão ver o Dr. Eric Foreman, no papel principal, porém agora como o diligente agente Bellamy.
Essa é uma série que não é extremamente conhecida e eu quero trazer para vocês séries com temas diferentes, porque como leitora de blogs e seguidora de alguns canais, eu sei que não é legal você clicar em um post ou em um vídeo onde você só tem as mesmas indicações de seriados. Eu tenho um certo preconceito com séries muito famosinhas ou que são mais voltadas para o público adolescente, então eu acho que vai ser legal indicar para vocês séries que não são tão comentadas. 
Não esqueçam de deixar o seu comentário, que é muito importante para mim, eu leio e respondo todos com muito carinho <3.
Expectativas Reais
Layout desenvolvido por: Daniela da Silva
Tecnologia do Blogger