21 janeiro 2015

Como eu estou enfrentando a minha transição capilar...



Aqui estou eu mais uma vez para falar da minha transição capilar \o/. Eu falei em uma postagem anterior, que eu não havia sofrido tanto assim. Mas, agora no final da transição, a minha raiz começou a "inchar". Então, meio que retiro o que eu disse D:.
Meu cabelo está pra lá de curto e continua com uns três dedos de química. Eu tinha falado para vocês que eu iria fazer o meu último corte em Dezembro do ano passado, mas isso não foi possível, houve meio que um erro de cálculo e descobri que apenas em Fevereiro eu estarei livre de vez da química nas postas.
Por uma boa parte do tempo eu não achei a transição tão difícil... Talvez, pelo fato de que eu continuei a pranchar o meu cabelo. Coisa que eu não recomendo, já que a chapinha também modifica a estrutura do cabelo. Mas, se você não quer passar a transição super estressada, é uma opção. 
Eu realmente preciso de um cabelo mais prático para o meu dia-a-dia e também confesso que me sinto super agoniada quando o meu cabelo não está ''apresentável'' ]:. Então, foi por isso que optei por continuar fazendo chapinha. 
Eu ainda não me acostumei com o meu cabelo curto, na verdade não gosto mais do meu cabelo curto, já passei muito tempo com ele no corte chanel... Então, não me ''vejo'' mais assim.
Agora para as mais ''fortes'', que simplesmente querem realmente deixar de lado chapinha,secador, etc...Em primeiro lugar você precisa entender que o seu cabelo nem sempre  vai se encontrar do jeito que você quer e ainda mais depois de você ter alterado a estrutura original dele. E sendo desta forma, você vai ter que aceitá-lo do jeito que ele se encontra no momento. Uma ótima opção, é fazer penteados, usar bandanas, faixinhas, presilhas, etc... Vale ''tudo'' para amenizar a diferença entre a raiz e as pontas.
E outra opção, que é a mais radical é o corte big chop. Eu não optei por esse corte, mas agora no final da minha transição eu ando cortando radicalmente o meu cabelo, porque dessa forma ele vai ''crescer'' mais saudável, sem aquelas pontas super feias.
Ah, e uma coisa que eu odiei na minha transição foi quando o meu cabelo começou a cachear, mas as pontas continuaram lisas... Ficou bem feio mesmo D:. Então, foi nesse momento que eu decidi me abraçar com a tesoura, haha (?)
Eu ainda tenho muita coisa para falar a respeito da minha transição capilar, mas prefiro deixar para outra postagem porque essa ficou muito grande. Ah e para quem nunca me viu de cachinhos, no meu perfil tem uma foto minha. Beijos!

2 comentários:

  1. Realmente é uma fase complicada até que o cabelo esteja uniforme, mas vale a pena para ter um cabelo mais saudável :) Os tratamentos acabam sempre por estragar por isso percebo a decisão. Mas o mais importante no fim de tudo é que uma pessoa se sinta bem consigo própria :)
    Beijinhos.

    http://pequenos-apartes.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Demais até... Vale sim! Aos poucos eu estou descobrindo isso.
      Concordo Misc! Você disse tudo.
      Outros <3.

      Excluir

Expectativas Reais
Layout desenvolvido por: Daniela da Silva
Tecnologia do Blogger