27 junho 2016

Milagres do paraíso / Melhor filme gospel que eu já assisti!


Milagres do paraíso conta a história de Annabel, uma garotinha que fica doente de uma doença crônica e sente muitas dores em sua barriga constantemente. Seria até errado dizer que o filme é só sobre ela, porque nós aprendemos muito com todos que estavam ao seu redor; como sua mãe, seu pai, suas irmãs, com a secretária, com os amigos, com os desconhecidos,etc. 
Esse filme foi baseado em uma história real e isso torna tudo ainda mais incrível
E o elenco tem nada menos que Jennifer GannerQueen Latifah, duas ótimas atrizes, que já fizeram filmes que eu amei <3.
Eu considerei o melhor filme do gênero gospel, não só pela produção (que arrasou), mas também porque quem estava por trás das câmeras soube bem como contar a história e usar dos recursos necessários para fazer tudo ficar tão envolvente e maravilhoso! 
Gostaria de falar bem mais do que isso, mas acho que se vocês assistirem o filme, vão entender do que eu estou falando. 
Acho que precisamos de mais filmes como esse, que mostrem o quanto o nosso Deus nos ama, o quão Ele é poderoso e lindo, apesar de não o compreendermos as vezes.
E não é necessário ter atores famosos para fazer um bom filme, basta que quem esteja por trás tenha o real desejo de honrar o nome do Senhor e fazer o melhor que puder ser feito, dentro do que for possível. Mas, sem dúvidas, é um ótimo filme!

3 comentários:

  1. Eu nunca assisti esse filme, mas acho que deve ser bem bonito. Eu gosto bastante de filmes com mensagens bonitas e quando eles trazem um aprendizado sobre o Senhor é maravilhoso mesmo.

    Um beijo grande!
    www.heeeymaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é sim. Eu pelo menos gostei muito. Que bom que você curtiu a dica. Outro para você!

      Excluir
  2. Eu chorei muito com esse filme! O roteiro é previamente conhecido por três motivos: o nome do longa, o trailer que fornece um spoiler gigantesco (na hipótese de fingir desconhecer o final) e, é claro, a previsibilidade praticamente inerente ao subgênero. Impossível uma estrutura narratológica mais clássica, de 3 atos: um primeiro momento de fé aparentemente inabalável da família perfeita, um segundo período de questionamentos religiosos em razão do drama sofrido e, por fim, o desfecho já desenhado (retomando a fé). Tudo já sabido. Apesar de tudo que foi dito, o filme não é ruim. A interpretação de Jennifer Garnerr como Christy é uma das melhores da sua carreira (o que não significa muito). Vive a única personagem formada por camadas, e diversas facetas são exploradas, convencendo sempre com eficácia exemplar na alta carga dramática do papel. Também a infante Kylie Rogers vai bem, mostrando ter sido a escolha certa.

    ResponderExcluir

Expectativas Reais
Layout desenvolvido por: Daniela da Silva
Tecnologia do Blogger